quarta-feira, abril 05, 2017

Coisas que parecem mentira

A pessoa pesquisa por um determinado curso que pretende frequentar.
Encontra um cujo plano curricular lhe parece reunir os conteúdos que mais lhe interessam. 
Envia um e-mail à instituição a solicitar mais informações.

Aguarda. 
Aguarda. 
Aguarda. 

Até que decide telefonar. 
E a resposta que obtém é que não responderam porque, apesar de terem o curso anunciado no site - como estando a ser leccionado em pleno - ainda não têm aprovação daqui nem certificação dacolá e que não sabem sequer quando irão ter, logo, sem isso, não pode haver curso. "Talvez para o ano." (!!!)
Então nem se dão ao trabalho de dar uma resposta. A pessoa que adivinhe.

Estamos a falar de uma chafarica qualquer? Não. Estamos a falar de uma instituição muitíssimo prestigiada e reconhecida em Portugal e no estrangeiro.

Olha se não fosse.

quarta-feira, março 29, 2017

Mundo cão


Vejo esta fotografia no dia em que a ex-primeira dama e milionária Adriana Ancelmo vai para casa em regime de prisão domiciliária sob o argumento de que os filhos de de 10 e 14 anos precisam dos seus cuidados. 

Embora não constitua novidade alguma é sempre muito triste constatar que a justiça funciona de maneira tão diferente para ricos e para pobres. 

terça-feira, março 28, 2017

Aeroporto Cristiano Ronaldo

Que coisa mais ridícula, mais provinciana, mais pacóvia, mais absurda. Já agora, que tal aproveitarem para baptizar também o terminal de Terminal Dolores Aveiro? 

É a Cristianomania em todo o seu esplendor. Honestamente acho isto tudo tão disparatado, soa-me a um endeusamento tão grande e tão sem noção que me chega a provocar náuseas. 

Não tenho nada contra o CR, é sem dúvida um génio do futebol mas caramba, um país é muito mais que isso, não? E um bocadinho de humildade era capaz de até lhe assentar bem. Estou, por exemplo, aqui a lembrar-me do Papa Francisco que recusou uma estátua com o seu nome e, num extremo oposto, vejo o CR a somar estátuas, museus, praças, hotéis e agora um aeroporto internacional. 

Tudo o que é demais enjoa. 

Sei lá, não faria muito mais sentido baptizar o aeroporto com o nome de um aviador português? Afinal, nem Gago Coutinho nem Sacadura Cabral, os dois maiores nomes da história da aviação portuguesa têm um aeroporto baptizado com o seu nome.

E João Gonçalves Zarco, saberão quem foi?